"Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém,
posso apenas dar boas razões para que gostem de mim... e ter paciência para que a vida faça o resto.

(William Shakespeare)

EU

Desculpem-me se por ventura encontrarem erros por aqui.

Sou um ser em construção, em constante movimento de transformção e evolução.

Sou um ser humano.

Aqui você pode Copiar e Colar

Aqui você pode Copiar e Colar
mas vale também comentar e os devidos crédidos dar.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Historia do Chocolate

    O cacau já era cultivado e consumido pelos índios Astecas no México e pelos Maias na América Central bem antes da chegada dos colonizadores europeus. Além disso, o cacau era muito cultuado, pois, para eles, era um alimento sagrado. Chamado de “cacauhualt”, consideravam um presente do Deus do Vento, Quetzalcoatl, que teria roubado um cacaueiro da Terra dos Filhos do Sol e ofereceu a árvore para os homens. Como as sementes de cacau eram muito valiosas, os índios chegavam a usá-las como moedas.
    As amêndoas de cacau eram trituradas entre pedras e, a partir de então, resultavam em uma pasta escura e amarga que, misturada com água, farinha de milho e algumas especiarias como a baunilha, a pimenta vermelha e o gengibre se transformavam em uma bebida. A preparação desta bebida era destinada somente para consumo em rituais religiosos e comemorações especiais, cujo nome era “Tchocolath”.
    Muito tempo depois, após a descoberta do leite em pó, em 1875, o suíço Daniel Peters fez a experiência de adicioná-lo ao chocolate, dando início assim, ao conhecido “chocolate ao leite”.
    A árvore que dá origem ao cacau é o cacaueiro. Ele se desenvolve em florestas e bosques escuros e úmidos, num local longe dos ventos fortes e protegidos pelas grandes árvores das florestas tropicais, numa temperatura entre 15 e 35 graus.
     O cacau veio ao Brasil em 1746, chegando no sul da Bahia, com as primeiras sementes trazidas por Luiz Frederico Warneau, um colono francês. As sementes eram plantadas como plantas ornamentais, à margem do Rio Pardo, atualmente é a cidade de Canavieiras.
    O cacau oferece três matérias primas para a produção de chocolate: a massa de cacau, a manteiga de cacau e o cacau em pó. O processo de industrialização do chocolate envolve as seguintes etapas:
Secagem das sementes, torrefação, moagem (que gera a massa de cacau), prensagem (que resulta na manteiga de cacau e torta de cacau), e outra moagem que produz o cacau em pó (12% de gordura e não contém açúcar).
     Para que um chocolate tenha este nome em seu rótulo, é necessário seguir a legislação brasileira que exige para chocolate líquido, barra e pó, um mínimo de 25% de cacau e para chocolate branco, um mínimo de 20% de manteiga de cacau.

 RETIRADO DO SITE DA GAROTO

Um comentário:

**Oi, que bom que você me visitou,
agora deixe uma mensagem.**